banner ads

Técnico de futebol é perseguido enquanto chegava a estádio e assassinado em Pão de Açúcar




Adriano Pereira de Souza, conhecido como “Cabelão”, morreu em hospital depois de ser atingido com vários tiros – Foto: Fanpage Pão de Açúcar Notícias

Adriano Pereira de Souza, conhecido como “Cabelão”, morreu em hospital depois de ser atingido com vários tiros – Foto: Fanpage Pão de Açúcar Notícias

Um homem foi assassinado com vários disparos de arma de fogo, na tarde do último sábado (14), por volta das 13h30, na Rua Senhor do Bomfim, centro da cidade de Pão de Açúcar. A vítima foi identificada como Adriano Pereira de Souza, conhecido como “Cabelão”, 36.

Segundo testemunhas, ele estava chegado ao estádio de futebol do Jaciobá Atlético Clube, conduzindo uma moto, com uma filha na garupa, quando foi alvejado com disparos de arma de fogo, efetuados por ocupantes de um carro de passeio, de cor preta e placa não anotada.

Ainda de acordo com testemunhas, “Cabelão” caiu da moto junto com a filha, mas levantou-se e correu pela rua, sendo perseguido pelo carro que estaria com pelo menos quatro ocupantes. “Na tentativa de escapar, ele entrou em uma casa, mas os atiradores invadiram a residência, alcançaram ele no quintal e atingiram com uns 15 tiros”, disse um morador da rua, que preferiu não ter o nome divulgado.

Os assassinos fugiram tomando destino ignorado, enquanto “Cabelão” ainda foi socorrido para a Unidade Mista Dr. Djalma dos Anjos, situada na cidade, mas, devido à gravidade dos ferimentos, foi transferido para o Hospital Regional Dr. Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema, onde terminou morrendo.

Policiais civis e militares do município estiveram no local do atentado para os primeiros levantamentos. Eles descobriram que “Cabelão”, que era técnico de futebol, já tinha sido baleado e escapado por pouco de outra tentativa de homicídio, ocorrida em janeiro deste ano, na cidade. O motivo e a autoria do assassinado dele serão investigados pela Delegacia Distrital de Polícia (4ª-DP).

A filha de “Cabelão”, que estaria na garupa da moto dele no momento dos primeiros tiros, não foi atingida por disparos. Ela não teve a idade divulgada.

Let’s block ads! (Why?)

Source: Correio Notícia


No Banner to display


No Banner to display