Sete Centros Integrados de Segurança entram na fase final de construção em Alagoas f5455f8f6070254b556c9bf836e73a2a_L - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Sete Centros Integrados de Segurança entram na fase final de construção em Alagoas

As cidades de Pilar, Teotonio Vilela, Maribondo, Campo Alegre, Messias, Taquarana e São Sebastião vão receber Centros Integrados de Segurança Pública (CISP) até o fim deste ano. De acordo com a construtora responsável pelas obras, a previsão é que todos eles estejam prontos para funcionar ainda em dezembro.

 

As novas cinco construções do Tipo I – Campo Alegre, Maribondo, Messias, São Sebastião e Taquarana – custaram R$ 1.831.804,72 milhões cada uma e vão atender à região Metropolitana do Agreste alagoano e cidades circunvizinhas. Já Pilar e Teotonio Vilela serão os primeiros municípios de Alagoas contemplados com as unidades do Tipo II. Em cada uma delas foram investidos R$ 8.415.172,18 milhões de recursos do Tesouro Estadual.

 

Mais modernos, os prédios do Tipo II contarão com dois cartórios, alojamentos, refeitório e cinco celas com capacidade para 33 presos no total. Ambos receberão as companhias da Polícia Militar que atendem essas cidades, além da delegacia.

Novos CISPs vão reforçar a cobertura dos órgãos de segurança pública na Região Metropolitana e no Agreste de Alagoas (Fotos: Ascom SSP)

Além disso, a Força Tarefa também será implantada, o que dobrará o efetivo policial nas regiões. O secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Júnior, ressalta que o montante investido nas obras dos Centros Integrados Tipo I e Tipo II já ultrapassa R$ 48 milhões. A preocupação em investir em equipamentos que melhorem as condições de trabalho dos servidores da Segurança Pública tem impactado positivamente nos serviços prestados à população.

 

“Temos cidades como São José da Tapera, que reduziu em mais de 57% o número de homicídios com a implantação do CISP. Além disso, eles são uma importante ferramenta no processo de integração policial, favorecendo a realização de operações mais específicas e, também, mostrando que o Estado está cada vez mais próximo da população”, disse o secretário.

 

CISP em funcionamento

 

Alagoas já possui 16 Centros Integrados tipo I em funcionamento, que têm papel importante no processo de reforço da segurança no interior de Alagoas. Eles estão localizados nas cidades de Boca da Mata, Murici, São José da Laje, São José da Tapera, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Igaci, Viçosa, São Luís do Quitunde, Junqueiro, Pão de Açúcar, São Miguel dos Milagres, Mata Grande, Batalha e Major Isidoro.

 

Os equipamentos fortalecem a integração entre as polícias Civil e Militar, reduzindo a incidência de roubos e, principalmente, de homicídios. Somente na construção dos Centros Integrados que já estão em funcionamento, o Governo do Estado investiu mais de R$ 15 milhões de recursos próprios.

Fonte: AGÊNCIA ALAGOAS


No Banner to display


No Banner to display