Servidores de Maceió rejeitam nova proposta de aumento da prefeitura whatsapp-image-2018-07-11-at-12.18.23 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Servidores de Maceió rejeitam nova proposta de aumento da prefeitura

ma assembleia do Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió realizada na manhã desta quarta-feira (11), no Clube Fênix Alagoana, decidiu rejeitar a proposta da prefeitura de reajuste salarial de 3%, com retroativo do mês de junho.

As categorias aprovaram a proposta de cobrar um reajuste de 15,41%. Foi aprovada ainda a greve por tempo indeterminado, começando em 72 horas.

Em nota encaminhada à reportagem do G1 a prefeitura de Maceió informou que a proposta de reajuste de 3% ofertada é o percentual possível, considerando a capacidade financeira do Município e respeitando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“O reajuste proposto está dentro da média concedida pelas capitais, de acordo com informações do Fórum Nacional de Secretários Municipais de Administração das Capitais (Fonac). Maceió registrou cortes significativos nos repasses federais, mas a Prefeitura tem mantido como prioridade a regularidade no pagamento da folha salarial”, expõe a nota.

O presidente do sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió (Sindspref), Sidney Lopes, informou que no mês passado o município já havia apresentado um aumento de 3%, sendo o pagamento de 2% em junho e 1% em novembro, sem retroativos, mas isso também havia sido rejeitado pela categoria.

“Cerca de 20 mil servidores públicos de Maceió acumulam perdas salariais desde 2015 e não têm reposição dos seus salários há 1 ano e seis meses”, disse Lopes.

A vice-presidente do Sinteal, Célia Capistrano, disse que o reajuste cobrado são as perdas salariais desde 2014. “Há dois anos que só oferecem 0%. O prefeito oferece agora 3%. Isso é vergonhoso. Se ao menos ele oferecesse um retroativo de janeiro, mas nem isso”, comentou.

Fonte: G1 ALAGOAS


No Banner to display