Seades distribuiu 320 cestas nutricionais em Carneiros TU - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Seades distribuiu 320 cestas nutricionais em Carneiros

728x90

728x90

Como parte das ações que integraram o Dia D Governo Presente em Carneiros, nesta terça-feira (13), a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) distribuiu 322 cestas nutricionais para gestantes e nutrizes em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

 

Foram entregues cestas referentes aos meses de janeiro fevereiro. Para o secretário Fernando Pereira, os 14 itens, entre ferro, aveia e cálcio, que compõem o Programa Estadual de Complementação Alimentar e Nutricional, irão garantir que os futuros alagoanos se desenvolvam de forma plena e segura.

 

“Estas mães estão recebendo duas cestas, um reforço alimentar pensado pelo Governo de Alagoas neste em momento tão delicado e importante na vida de milhares de famílias alagoanas, que é a chegada de uma nova vida. Isto representa mais inclusão, desenvolvimento e, sobretudo, a esperança de dias melhores”, destacou.

 

Para a dona de casa Thaise Silva, as cestas chegam para aliviar as despesas de casa, já que apenas sua irmã está trabalhando no momento. “Não sei como agradecer essa ajuda;  só posso pedir que Deus abençoe a todos vocês que trabalham para melhorar as nossas vidas. Estou muito feliz”, disse.

 

Para ter acesso ao benefício, a gestante ou nutriz de até 6 meses inserida no CadÚnico e em situação de extrema vulnerabilidade deve procurar a unidade de saúde na qual é referenciada e receber o encaminhamento para realização do cadastro em um dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

 

Além das cestas nutricionais, a Seades também participou do Dia D com a emissão de Cadastro de Pessoa Física (CPF). Em parceria com os Correios foram emitidos 200 documentos. Em sua maioria, a primeira via de jovens entre 12 e 17 anos, como João Carlos, que, acompanhado da avó, aproveitou a oportunidade.

 

“Eu só tenho a identidade, minha avó disse pra gente vir aqui hoje e fazer o meu CPF. É um documento que esta sendo solicitado em muitos lugares, primeiramente para matrícula escolar. Então, foi ótimo fazer o meu aqui”, disse João.

AGÊNCIA ALAGOAS


No Banner to display