Ronda no Bairro promove serenata em vários bairros de Maceió nesta semana ea790ad1d0f1c10b584f893d5006a011_L - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Ronda no Bairro promove serenata em vários bairros de Maceió nesta semana




Depois da apresentação realizada pela banda de música do Programa Ronda no Bairro, do Governo do Estado, na segunda-feira (30), para a comunidade circunvizinha ao Corredor Vera Arruda, localizado na Jatiúca, em Maceió, chegou a vez de levar a atração musical à população em isolamento dos outros territórios de atuação do programa.

Os músicos vão se apresentar nas áreas próximas ao Centro da capital alagoana, Jacintinho e em outros pontos da orla marítima, percorrendo os territórios numa espécie de serenata ambulante ao som de grandes clássicos da música mundial.

Nesta quarta (1), o grupo toca no Jacintinho, começando nas proximidades da Praça do Mirante, e, depois, irá para o Mirante São Gonçalo, próximo ao Centro de Maceió. Já na quinta-feira (2), a ação acontece nos bairros Cruz das Almas e Jacarecica. E, na sexta (3), em Ponta Verde. Tudo a partir das 19h.

A ação, iniciada na última segunda-feira, pegou moradores dos prédios próximos ao Corredor Vera Arruda de surpresa e fez a alegria dos mesmos em pleno período de isolamento social. Durante todo o percurso, populares lotaram as janelas e varandas dos seus apartamentos para acompanhar o cortejo e agradecer pela iniciativa.

Segundo o superintendente do Programa Ronda no Bairro, coronel Cícero Silva, a ideia é levar alento à população que está aflita diante de toda luta que se tem travado contra a proliferação da Covid-19 em Alagoas. “Nosso objetivo é levar uma mensagem de esperança e de conscientização, mesmo nestes tempos de isolamento social, àqueles que vivem nas áreas onde atuamos”, pontuou.

Para evitar aglomerações, todas as apresentações acontecerão em formato de cortejo, buscando atingir ao máximo possível de pessoas, sem que, para isso, elas precisem sair de casa e infringir as determinações feitas pelo Governo do Estado.

Fonte: AGÊNCIA ALAGOAS


No Banner to display


No Banner to display