banner ads
Paciência!!!! am - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Paciência!!!!




A vontade de Deus e o tempo de Deus são inseparáveis!

Parece-nos difícil entender, ou mais ainda, aceitar este fato imutável.

Deus, em Sua infinita sabedoria nos dá diversos exemplos maravilhosos.

Um lavrador, por mais que ele não queira, ou seja, por mais que ele se impaciente, ele terá que esperar pela época certa para efetuar a colheita; uma árvore tem seu tempo para, em germinando de uma pequenina semente, tornar-se enorme, frondosa e cheia de frutos; nós estivemos no ventre materno; um tempo para sermos crianças, jovens, adultos; enfim, necessitamos de tempo para amadurecer.

A coisa certa, feita na hora errada, torna-se errada!

O ser-humano é a única das criaturas a sofrer desse terrível mal, chamado, impaciência.
A impaciência no ser-humano adulto é, na verdade, fruto dela mesma; porque a impaciência é um fruto da imaturidade.

A imaturidade, refere-se a algo que não está maduro, ou seja, algo precipitado, algo antecipado, algo feito antes do tempo.

A impaciência do mundo e principalmente da maioria dos pais, acabam por formar adultos imaturos.
A criança praticamente não tem tempo de ser criança, não lhe é permitido um tempo à sua imaturidade. Então, formamos cidadãos muitíssimo maduros externamente (os valores mundanos cultuam as aparências), mas que na verdade, continuam imaturos por dentro, incapazes de suportar qualquer adversidade, qualquer contrariedade à sua vontade, sem que venham a produzir frutos de impaciência.

A paciência está diretamente relacionada à maturidade (os velhos, em geral, têm menos pressa que os mais jovens); que por sua vez, está diretamente relacionada à nossa capacidade de suportar desprazer.

Tire o brinquedo de uma criança e verá como ela reage impacientemente, através de gritos, choro etc.

Será que você é capaz de se lembrar de algum adulto que você conhece que tem reações semelhantes, quando algo desagradável acontece?

Será que você conhece alguém que começa a culpar a todos, quando algo não lhe vai bem?

Não olhe no espelho agora… você poderá lembrar-se de alguém.

Quantos “erros” seriam evitados, se nós aceitássemos a vontade de Deus e respeitássemos o Seu tempo que são perfeitos.
Quantas crianças (filhos de verdadeiras crianças), não estariam nas ruas, ou sem pais?… quantos casamentos não teriam sido desfeitos?…?

O ser-humano está sempre em busca do que lhe é mais prazeroso, nossa tendência humana é permanecer no prazer, na imaturidade.
A impaciência é a “qualidade” que mais cresce no homem moderno.
O homem tem se tornado, cada vez mais, impaciente.
Se o casamento não passa por um bom momento, separa; se as coisas não caminham do modo e no tempo em que desejamos, então não servem para nós.
A verdade, é que chega-se a ponto de qualquer pequena coisa nos irritar e se tornar motivo de nossa destemperança.

Será que fomos criados para sermos assim?

-Claro que não.
Nossa arrogância em querer controlar todas as coisas, a começar pelas nossas próprias vidas nos levam a esse desesperador estágio.

A impaciência (imaturidade), aparece EXATAMENTE quando percebemos, através de algum acontecimento, que não temos o controle de nada.

Quando nos defrontamos, ou melhor, quando a nossa imatura ilusão de controle se despedaça frente à dura realidade de nossa insignificância, temos duas opções, aceitar e amadurecer (paciência), ou negar e continuar imaturo (impaciência).
Quanta vida se perde pela impaciência!

Às vezes, beiram o rídiculo os motivos pelos quais nos impacientamos: -filas, trânsito, linha telefônica ocupada…

Chegamos a olhar para outras pessoas como se fossem uns estorvos em nossas vidas (infelizmente, muitas vezes dentro de casa), como se estivessem nos atrapalhando de viver.

Queremos ruas livres, bancos sem filas, telefones que nunca estão ocupados, médicos sem espera, entregas que não demorem, conjugê sempre pronto a nos atender…
Enfim, não queremos esperar: -Queremos reinar soberanos, determinando modo e tempo.

É a imaturidade, refletida através da impaciência.

A ilusão do tudo por nós e para nós e, ai daquele que cortar a nossa onda, vai ter que suportar a nossa impaciência (imaturidade), a nossa ira.

Felizmente, as coisas não foram criadas para serem assim, nós não fomos criados para sermos assim.
Deus nos criou, então é tudo por Ele e para Ele.

E o Único que entendeu e entende isso perfeitamente, Esse sim, Reina soberano.
Reina, não porque desejou todas as coisas para Si, mas, porque abriu mão de todas as coisas.

Abrir mão é sinal de paciência (maturidade), capacidade de adiar prazer e suportar desprazer é paciência (disciplina).

Jesus, aos doze anos já sabia quem era; mas só aos trinta anos iniciou Seu Ministério.

Atentemos para esse enorme ensinamento.
Jesus sabia-se Filho de Deus, Aquele que veio para salvar o mundo e não Se impacientou.

Será que temos obra tão grande que justifique a nossa impaciência?

Aproveite cada minuto de sua vida, não o desperdice com sua impaciência.

Os impacientes, por não aceitarem o tempo de Deus e quererem estabelecer o seu tempo no universo que os cerca, acabam sem tempo, acabam sem vida.

Os impacientes por quererem controlar o tempo acabam por perdê-lo.

Enfim, os impacientes não têm tempo para amar; não têm tempo de viver!

Seja paciente, abra mão do tempo e você descobrirá que Deus te permite ter todo o tempo do mundo, o único tempo que existe, o tempo que se chama agora.

Não o desperdice com impaciência, ele jamais voltará.

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito  debaixo  do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de   plantar, e tempo de  arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo   de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar;  tempo de chorar, e  tempo de rir; tempo de  prantear, e tempo de dançar;  tempo de espalhar   pedras, e tempo de ajuntar  pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;  tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e   tempo de deitar fora;  tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar   calado, e tempo de falar; tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de   guerra, e tempo de paz.”
Antigo testamento – Eclesiastes  3. 1- 8


No Banner to display


No Banner to display