Programa Cidadania com França Moura.
O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu hoje (8) incluir novas áreas nas rodadas de licitação de blocos para petróleo e gás natural previstas para o ano que vem, com o objetivo de aumentar a competitividade das licitações. Foram incluídos setores na Bacia de Sergipe-Alagoas e na Bacia de Pernambuco-Paraíba na 15º Rodada de Licitações de blocos exploratórios sob o regime de concessão, programada para maio de 2018.  Para 4ª Rodada de Licitações de blocos sob o Regime de Partilha de Produção, foi incluída uma área ao sul do prospecto de Uirapuru. O CNPE também fez alterações em áreas da Bacia de Campos que seriam ofertadas na 15ª e na 16ª rodadas de Licitações.  Na reunião, foram apresentadas as áreas nas quais a Petrobras manifestou o direito de preferência para atuar como operador com participação mínima de 30% nos consórcios formados para exploração e produção nas 2ª e 3ª Rodadas de Licitações de Partilha de Produção. Dentre as áreas, estão o Campo de Sapinhoá, além das áreas dos prospectos de Peroba e Alto de Cabo Frio. As duas rodadas estão agendadas para dia 27 de outubro, e a União espera arrecadar R$ 7,75 bilhões a título de bônus de assinatura dos contratos, caso as oito áreas ofertadas sejam arrematadas.  O encontro foi presidido pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e contou com a presença do ministro da Agricultura, Blairo Maggi.  Biodiesel  O CNPE também debateu na reunião de hoje a possibilidade de antecipação para março de 2018 a obrigatoriedade de acréscimo de 10% de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final, o chamado B10. Atualmente, o percentual está em 8% (B8) e a previsão inicial é que seja elevado para 9% e 10%, respectivamente, a partir de 1º de março de 2018 e 1º de março de 2019.  Na reunião de hoje foram aprovadas as diretrizes estratégicas para o Programa RenovaBio e instituído um grupo de trabalho para elaborar propostas de revisões normativas para implementação do Programa, lançado para incentivo da expansão e produção de biocombustíveis no Brasil. Foram também criados os Comitês de Monitoramento de Abastecimento de Etanol e de Biodiesel, para monitorar e avaliar sistematicamente o mercado desses biocombustíveis. DRACE - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu hoje (8) incluir novas áreas nas rodadas de licitação de blocos para petróleo e gás natural previstas para o ano que vem, com o objetivo de aumentar a competitividade das licitações. Foram incluídos setores na Bacia de Sergipe-Alagoas e na Bacia de Pernambuco-Paraíba na 15º Rodada de Licitações de blocos exploratórios sob o regime de concessão, programada para maio de 2018. Para 4ª Rodada de Licitações de blocos sob o Regime de Partilha de Produção, foi incluída uma área ao sul do prospecto de Uirapuru. O CNPE também fez alterações em áreas da Bacia de Campos que seriam ofertadas na 15ª e na 16ª rodadas de Licitações. Na reunião, foram apresentadas as áreas nas quais a Petrobras manifestou o direito de preferência para atuar como operador com participação mínima de 30% nos consórcios formados para exploração e produção nas 2ª e 3ª Rodadas de Licitações de Partilha de Produção. Dentre as áreas, estão o Campo de Sapinhoá, além das áreas dos prospectos de Peroba e Alto de Cabo Frio. As duas rodadas estão agendadas para dia 27 de outubro, e a União espera arrecadar R$ 7,75 bilhões a título de bônus de assinatura dos contratos, caso as oito áreas ofertadas sejam arrematadas. O encontro foi presidido pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e contou com a presença do ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Biodiesel O CNPE também debateu na reunião de hoje a possibilidade de antecipação para março de 2018 a obrigatoriedade de acréscimo de 10% de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final, o chamado B10. Atualmente, o percentual está em 8% (B8) e a previsão inicial é que seja elevado para 9% e 10%, respectivamente, a partir de 1º de março de 2018 e 1º de março de 2019. Na reunião de hoje foram aprovadas as diretrizes estratégicas para o Programa RenovaBio e instituído um grupo de trabalho para elaborar propostas de revisões normativas para implementação do Programa, lançado para incentivo da expansão e produção de biocombustíveis no Brasil. Foram também criados os Comitês de Monitoramento de Abastecimento de Etanol e de Biodiesel, para monitorar e avaliar sistematicamente o mercado desses biocombustíveis.

O campo da Academia de Futebol do Palmeiras esteve desabitado nesta quinta-feira. Na reapresentação do clube após a derrota para o Coritiba, na última quarta, a parte interna foi povoada pelos atletas palmeirenses. Os titulares da última partida realizaram trabalho de recuperação na academia e rapidamente deixaram o local.

Já os reservas no jogo contra o Coxa estiveram na parte interna do CT alviverde e não fizeram trabalho tático ou técnico no gramado. Com as chuteiras no armário e calçando tênis esportivos, Fernando Prass, Keno, Egídio e Juninho foram os únicos titulares que permaneceram na academia até o final das atividades.

A programação desta quinta-feira também deixou a sala de coletivas vazia, já que nenhum jogador foi convocado para conversar com a imprensa. Longe do time desde o último ano, a principal novidade do dia foi a presença do meia Moisés na academia, onde realizou forte trabalho físico.

Poupados do duelo da última quarta, o lateral direito Jean, o zagueiro Edu Dracena e o meia Guerra voltaram a academia. O venezuelano segue se recuperando de lesão e pode voltar ao time principal do Verdão no próximo final de semana, quando o clube recebe a visita do Fluminense, em duelo válido pela sexta rodada do Brasileirão.

Outro jogador que ainda não se encontra à disposição do técnico Cuca é o atacante Dudu. O camisa 7 passa por transição e trabalhou na esteira. Desfalque certo para o jogo contra o clube carioca é a dupla Miguel Borja e Yerry Mina, que segue com a seleção da Colômbia.

Ao final das atividades, Edu Dracena, que se recupera de lesão, Fabiano e o zagueiro Luan, que ainda não estreou com a camisa alviverde, disputaram uma partida de futevôlei ao lado de um funcionário do clube. Décimo sexto colocado, o Palmeiras recebe a visita do Fluminense no próximo sábado para tentar retomar o caminho das vitórias. As duas equipes se enfrentam no estádio Palestra Itália, às 16h00 (de Brasília).

GAZETA ESPORTIVA


No Banner to display