Nos pênaltis, CSA despacha o São Bento e se classifica para a final da Série C csm_0710_CSA_x_Sao_Bento_-_Serie_C_2017__PF__0181_1b924c4cad - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Nos pênaltis, CSA despacha o São Bento e se classifica para a final da Série C

O Centro Sportivo Alagoano garantiu a classificação para a final da Série C do Campeonato Brasileiro. Após perder por 1 a 0 no tempo regulamentar, o Azulão bateu o São Bento nos pênaltis, na noite deste sábado (7), no Estádio Rei Pelé. Maxuel converteu a última cobrança e colocou o time marujo na decisão contra o Fortaleza.

Por ter vencido o primeiro duelo por 1 a 0, o time marujo teve a vantagem do empate, mas deixou o resultado escapar nos minutos finais. De pênalti, Everaldo balançou a rede da equipe alagoana, aos 45 minutos. Com a vitória simples do Bentão, o confronto foi para a decisão por pênaltis. Branquinho e Everaldo perderam a terceira e quarta cobrança, respectivamente, para o time de Sorocaba. Dawhan não converteu o quarto arremate do Azulão, mas Maxuel, na quinta cobrança, decretou o placar de 4 a 2.

As equipes tiveram dois jogadores expulsos durante os noventa minutos. Anderson Cavalo, do São Bento, foi excluído do duelo após cometer falta em Edinho, aos 20 minutos do segundo tempo. Já Raul Diogo, do CSA, recebeu o cartão vermelho na jogada do pênalti, aos 45′.

Final: CSA x Fortaleza

O CSA encara o Fortaleza na finalíssima. O primeiro jogo entre as equipes acontecerá na Arena Castelão, na capital cearense. Como tem a melhor campanha da Terceirona, a equipe alagoana decide o título no Estádio Rei Pelé. A CBF confirmará as datas nos próximos dias.

Rodrigo Lobão, Celsinho e Raul Diogo estão suspensos para a partida de ida. Em compensação, Leandro Souza fica à disposição de Flávio Araújo.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

Azulão perde zagueiro no 1º tempo

Forte na marcação, o CSA investiu nas bolas aéreas para marcar o primeiro gol no início do confronto. Aos 6 minutos, Marcos Antônio encontrou Dawhan sem marcação, perto da marca de pênalti. O volante chegou atrasado e apenas raspou de cabeça na bola. Mesmo assim, assustou o goleiro do Bentão.

Com menos de 20 minutos de jogo, o Azulão teve uma baixa na equipe. O zagueiro Jorge Felipe sofreu uma entorse no joelho direito após uma tentativa de cabeceio na área adversária. O jogador não teve condições de continuar em campo e Cristiano foi o escolhido para entrar em seu lugar. Logo depois, em uma cobrança de falta, Daniel Costa finalizou com categoria e a bola passou raspando o travessão de Rodrigo Viana.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

São Bento sai para o jogo, mas CSA assusta mais

O São Bento não ficou atrás durante o primeiro tempo e tentou furar o setor defensivo do CSA em algumas ocasiões. Bem posicionada, a zaga maruja conseguiu desarmar os ataques dos paulistas. Aos 26′, Rogério foi mais rápido que os defensores e conseguiu cabecear a bola por cima da meta azulina.

Apesar do bom momento do Azulão de Sorocaba, o time alagoano voltou a assustar mais duas vezes. Aos 31’, Michel Douglas escapou pela esquerda e chutou cruzado, na direção de Edinho. Marcelo Cordeiro se antecipou ao atacante e quase marcou gol contra, cedendo escanteio para o time marujo. Dez minutos depois, Marcos Antônio recebeu na entrada da área, fez o giro e arrematou com veneno. Rodrigo Viana fez a defesa em dois lances.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

Bentão leva decisão para os pênaltis

Precisando do resultado positivo, a equipe paulista começou a segunda etapa querendo balançar a rede. Logo no segundo minuto, Maicon Souza cobrou falta com efeito, a bola passou por todo mundo e se perdeu à direita de Mota. Porém, foi o CSA quem se aproximou mais do gol. Boquita arrancou pelo meio-campo e rolou a bola para Daniel Costa, que mandou um balaço carimbando o travessão do Bentão.

O São Bento teve a vida mais complicada quando o relógio marcou 20 minutos. O atacante Anderson Cavalo puxou a camisa de Edinho e recebeu o segundo cartão amarelo na partida, sendo expulso pelo árbitro Dewson Freitas da Silva. Mesmo com um a menos, a equipe de Sorocaba quase abriu o placar com Rennan Oliveira. Em um tiro livre, o meia acertou o travessão de Mota.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

O CSA não “matou” o jogo e viu o adversário crescer. Após belo passe de Everaldo, Branquinho ficou frente a frente com o goleiro azulino e foi derrubado por Raul Diogo. O árbitro marcou pênalti e expulsou o lateral-esquerdo, aos 45 minutos. Everaldo cobrou com categoria e fez a festa com os companheiros. Após os acréscimos, o confronto foi encerrado e o finalista foi conhecido na disputa por pênaltis.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

Pênaltis – CSA 4 x 2 São Bento

CSA: Daniel Costa – marcou.

São Bento: Maicon Souza – marcou.

CSA: Edinho – marcou.

São Bento: Rennan Oliveira – marcou.

CSA: Boquita – marcou.

São Bento: Branquinho – perdeu.

CSA: Dawhan – perdeu.

São Bento: Everaldo – perdeu.

CSA: Maxuel – marcou.

(Crédito: Pei Fon / Portal TNH1)

Escalações

CSA

31- Mota
2- Celsinho
3- Rodrigo Lobão
4- Jorge Fellipe (16-Cristiano, aos 19′ do 1T)
6- Raul Diogo
5- Dawhan
8- Boquita
11- Marcos Antônio (19- Didira, aos 16′ do 2T)
10- Daniel Costa
7- Edinho
9- Michel Douglas (23-Maxuel, aos 48′ do 2T)

Técnico: Flávio Araújo

Banco: 12- Dalton, 13- Dick, 14- Mateus, 15- Rafinha, 16- Cristiano, 17- Francisco Alex, 18- Gustavinho,19- Didira, 20- Rosinei, 21- Jonathan, 22- Michel Schmoller e 23- Maxuel.

São Bento

1- Rodrigo Viana
2- Muriel
3- Rogério
4- João Paulo
6- Marcelo Cordeiro (15- Edu Pina, aos 25′ do 2T)
5- Fábio Bahia
7- Éder (20- Branquinho, aos 20′ do 2T)
8- Everaldo
10- Maicon Souza
11- Cassinho (16- Rennan Oliveira, aos 22′ do 2T)
9- Anderson Cavalo

Técnico: Paulo Roberto Santos

Banco: 12- Fábio, 13- Lucas Mendes, 14- Bruno Fandinho, 15- Edu Pina, 16- Rennan Oliveira, 17- Felipe Manoel, 18- Caio Cézar, 19- Judson, 20- Branquinho e 21- Nilson.

Cartão Amarelo

CSA: Celsinho, Rodrigo Lobão, Dawhan e Daniel Costa;

São Bento: Marcelo Cordeiro, Éder, Branquinho, Rennan Oliveira e Anderson Cavalo.

Cartão Vermelho

CSA: Raul Diogo;

São Bento: Anderson Cavalo.

Arbitragem

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)

Auxiliar 1: Hélcio Araújo Neves (CBF-PA)

Auxiliar 2: José Ricardo Guimarães Coimbra (CBF-PA)

4º árbitro: Dênis da Silva Ribeiro Serafim (CBF-AL)

Fonte: TNH1


No Banner to display