Neymar chega ao Brasil e médico aumenta prazo para recuperação: “Até três meses” FBL-BRAZIL-FRANCE-NEYMAR - Brazilian superstar Neymar arrives at Rio de Janeiro after flying from Paris on March 1, 2018 ahead of an operation on his fractured foot. Brazilian superstar Neymar flew into Rio de Janeiro early Thursday ahead of an operation on his fractured foot that will rule him out for up to three months. Neymar suffered a hairline fracture of the fifth metatarsal in his right foot as well as a twisted ankle late in PSG's 3-0 win over Marseille in Ligue 1 on Sunday / AFP PHOTO / Claire Dornald Clauzel Ampliar Imagem

Neymar chega ao Brasil e médico aumenta prazo para recuperação: “Até três meses”

De cadeira de rodas, Neymar desembarcou nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro. Após sofrer uma fratura no quinto metatarso do pé direito, ele passará por uma cirurgia, programada para sábado, em Belo Horizonte. O atacante, que seguiu diretamente para a um jato particular logo após o desembarque, chegou à capital carioca em companhia do Dr. Rodrigo Lasmar, da Seleção Brasileira, que deverá ser o responsável pela operação.

O médico foi o único a conceder entrevista e não trouxe notícias muito animadoras sobre o tempo de recuperação do camisa 10, que pode passar até três meses longe dos gramados. “Não foi uma fissura simples do dedinho, foi uma fratura de um osso importante no meio do pé. O tempo de recuperação dessa fratura é em torno de dois meses e meio a três meses”, revelou, como informa a agência AFP. “O tratamento conservador, sem cirurgia, apresenta risco bem maior de refratura, não podemos correr esse risco”, completou.

Neymar sofreu a lesão ao torcer o pé no segundo tempo do jogo do Paris Saint-Germain contra o Olympique de Marseille, pelo Campeonato Francês, no último domingo. Se levar os três meses que o Dr. Lasmar apontou para se recuperar, o atacante perderia o restante da temporada do PSG e só retornaria aos trabalhos no final de maio, cerca de 20 dias antes do início da Copa do Mundo da Rússia. O Brasil estreia em 17 de junho, contra a Suíça.

“Neymar está triste, mas entende que não tem outra alternativa agora. Ele vai se dedicar para estar bem o quanto antes. Vamos fazer o que pudermos para que ele esteja pronto o mais rápido possível”, afirmou Lasmar.

 GAZETA ESPORTIVA


No Banner to display


No Banner to display