banner ads
“Marés” é atração destaque em retorno do Corujão WhatsApp-Image-2019-05-24-at-11.33.18 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

“Marés” é atração destaque em retorno do Corujão




Reunindo cinema, música e gastronomia, o Centro Cultural Arte Pajuçara realiza mais uma edição do famoso Corujão neste sábado (25), a partir das 23h. A programação do evento, repleta de novidades do segmento audiovisual, contará com a exibição dos filmes brasileiros “Marés” e “Inferninho” e do francês “Amanda”.

“Marés”, escrito e dirigido pelo premiado cineasta brasiliense João Paulo Procópio, tem como tema central o alcoolismo numa percepção que se distancia da estigmatização social em torno deste tipo de dependência. O filme possui uma visão humanizada do alcoólatra, retratado na obra pelo personagem Valdo, uma pessoa com oportunidades boicotadas por causa da ânsia desenfreada pela bebida.

Para Procópio, as extensas etapas de pesquisas e entrevistas com amigos e familiares de pessoas dependentes do álcool, somadas aos relatos ouvidos nos encontros de Alcoólicos Anônimos, o fizeram concluir que as concepções e as formas de lidar com o alcoolismo dependem de intepretações pessoais; e é nessa abertura subjetiva que o filme é construído.

“Na pesquisa, percebi como eram díspares os relatos entre amigos de alcoólatras, que invariavelmente narravam estórias engraçadas, absurdas; e os relatos de familiares, sempre marcados por enorme melancolia. Entendi que uma mesma cena, dependendo do ponto de vista, poderia ser cômica ou trágica – dependendo da relação do espectador com o alcoolismo”, explica o cineasta.

Além de iniciar a programação do Corujão, a exibição do longa-metragem no Arte Pajuçara também marcará sua estreia em Alagoas. “Marés” é a primeira experiência de João Procópio na escrita e direção de longas, mas o cineasta já agrega em seu currículo a produção do documentário musical Mobília em Casa – Móveis Coloniais de Acaju e a Cidade (2014) e do filme Entre Idas e Vindas (2016), ambos dirigidos por José Eduardo Belmonte, a produção executiva do curta Para Pedir Perdão, de Iberê Carvalho e a colaboração de roteiro no curta Ratão e no longa Repartição de Tempo, de Santiago Dellape.

Mesmo tendo criado uma carreira profissional sólida em Brasília, a relação íntima com a cidade de Maceió fez João Procópio voltar à capital alagoana, onde vive há 10 meses e participa ativamente do setor audiovisual.

“Exibir o filme pela primeira vez em Maceió dentro da programação do Corujão é algo que me enche de honra e, inevitavelmente, antecipa algo inesquecível em minha trajetória”, destaca João Procópio, que também participará de uma conversa com os espectadores logo após a exibição de “Marés”, a partir das 00h40.

Show de Júnior Almeida 

O Corujão também contará com o show do cantor alagoano Júnior Almeida, viabilizado pelo projeto Ações Culturais para a Cidade de Maceió, convênio realizado pela Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), em uma parceria com o Governo federal.

Confira a programação do Corujão:

23h15 – Filme: Marés

00h40 – Debate com diretor João Paulo Procópio

01h30 – Filme: Inferninho

03h00 – Show: Júnior Almeida

04h00 – Filme: Amanda

05h50 – Café da Manhã

Fonte: Paula Araújo (estagiária)/ Ascom FMAC

 


No Banner to display


No Banner to display