Justiça suíça mantém punição a atacante Guerrero por doping 2018-10-01T151303Z_1_LYNXNPEE902AU_RTROPTP_4_SOCCER-WORLDCUP-FRA-PER - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Justiça suíça mantém punição a atacante Guerrero por doping

O atacante peruano Paolo Guerrero, do Internacional, perdeu um recurso no qual pedia que a punição de 14 meses por doping fosse anulada temporariamente pela segunda vez.

Guerrero foi afastado dos campos pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) em maio depois que um exame apontou um subproduto da cocaína no organismo dele.

O jogador de 34 anos, que nega ter cometido qualquer irregularidade, apelou ao Tribunal Federal da Suíça, a última instância do sistema judicial esportivo, que em 31 de maio concordou em suspender a punição à espera de uma decisão definitiva, o que lhe permitiu disputar a Copa do Mundo deste ano.

O afastamento foi reativado em agosto, e a corte suíça disse em um comunicado emitido nesta segunda-feira que rejeitou o pedido da defesa de Guerrero por uma nova anulação temporária da suspensão.

Guerrero, que trocou o Flamengo pelo Internacional em agosto, foi flagrado devido ao consumo de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, depois de uma partida das eliminatórias da Copa do Mundo na Argentina em outubro do ano passado.

Ele disse que a substância foi encontrada em seu organismo por causa de uma infusão de ervas que ingeriu, contaminada com folha de coca, um ingrediente da cocaína que também é amplamente usado como remédio tradicional não narcótico na América do Sul.

A CAS, que datou a punição retroativamente para o início de novembro passado, reconheceu que Guerrero ingeriu a substância sem estar ciente e que não pretendeu usá-la para melhorar seu desempenho.

Fonte: TERRA


No Banner to display


No Banner to display