Justiça determina internação de menor acusado de estrangular amigo até a morte JUSSS - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Justiça determina internação de menor acusado de estrangular amigo até a morte

A juíza Fabíola Melo Feijão, da 1ª Vara da Infância e Juventude de Maceió, determinou a aplicação de medida socioeducativa contra um jovem que estrangulou um amigo até a morte e, no dia seguinte, ateou fogo ao corpo da vítima. A internação – que deve ter cunho pedagógico, com vistas à ressocialização – pode durar até três anos. A decisão está no Diário da Justiça desta terça-feira (12).

O fato aconteceu no dia 4 de março deste ano, no bairro Chã da Jaqueira, parte alta da capital alagoana. Consta nos autos que a vítima e mais quatro amigos saíram para colher frutas numa região conhecida como Mata da Cavalaria. Ao chegarem ao local, encontraram um sofá velho, onde começaram a pular, o que resultou em um ataque de abelhas que estavam abrigadas dentro do móvel.

Todos correram, mas a vítima e o acusado se separaram dos demais. Neste momento, o acusado teria asfixiado a vítima até a morte e, depois, ocultado o cadáver. Ao se reencontrar com os amigos, o menor teria dito que a vítima foi atacada pelas abelhas e ameaçado os colegas para que não relatassem o fato.

Em depoimento, os três jovens confirmaram que viram o acusado apertando o pescoço da vítima enquanto os outros corriam. Inicialmente, o jovem admitiu a agressão, mas, tempos depois, mudou sua versão dos fatos, alegando que foi pressionado a confessar e atribuindo o ato aos outros três amigos.

“O adolescente demonstra um forte desvio de conduta, ferindo o bem mais precioso, a vida. O representado ainda tentou esconder o corpo ao queimá-lo, além de ameaçar os presentes no local, para que não contassem que ficou para trás com a vítima”, ressaltou a juíza Fabíola Melo em sua decisão.

 GAZETA WEB


No Banner to display