Irã enfrenta momento difícil devido a EUA e problemas econômicos, diz aiatolá Khamenei 2018-10-04T112543Z_1_LYNXNPEE930VW_RTROPTP_4_IRAN-NUCLEAR-KHAMENEI - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Irã enfrenta momento difícil devido a EUA e problemas econômicos, diz aiatolá Khamenei

O povo do Irã enfrenta um momento delicado por causa da pressão dos Estados Unidos e dos problemas econômicos, disse o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, em um discurso importante transmitido pela televisão estatal nesta quinta-feira.

Khamenei se dirigia a dezenas de milhares de membros da milícia Basij e a líderes da Guarda Revolucionária reunidos em um estádio de Teerã. A discórdia entre o Irã e os Estados Unidos se aprofundou desde que o presidente norte-americano, Donald Trump, desligou seu país de um acordo nuclear multilateral com a República Islâmica em maio e reativou sanções contra Teerã.

“A situação da nação, da região e do mundo é delicada, especialmente para nós, o povo do Irã”, disse Khamenei.”Delicada no sentido de que, por um lado, temos a gritaria de potências e políticos arrogantes da América imperialista… e por outro os problemas econômicos da nação e a dificuldade de sobrevivência de uma grande porção das pessoas frágeis do país”.

O rial iraniano perdeu aproximadamente 75 por cento de seu valor desde o início de 2018.Os EUA disseram que planejam adotar novas sanções ao setor petroleiro do Irã a partir de 4 de novembro visando deter o envolvimento de Teerã em conflitos na Síria e no Iraque e levar o regime à mesa de negociação para tratar de seu programa de mísseis balísticos.

Autoridades iranianas disseram estar participando do conflito sírio a pedido do presidente Bashar al-Assad e recusaram qualquer negociação de seu programa de mísseis.Em um boletim à imprensa em Genebra nesta quinta-feira, Robert Wood, embaixador dos EUA na Conferência para o Desarmamento, disse: “Não queremos mais ver o Irã operando na Síria… e continuaremos a endurecer as sanções ao Irã – vocês verão algumas novas medidas em novembro, e partiremos daí”.Em seu discurso na capital, Khamenei também disse que seu país deve esbofetear a América derrotando as sanções.”Com a bondade de Deus derrotaremos as sanções, e a derrota das sanções é a derrota da América”, afirmou Khamenei. “E a América deve receber mais um tapa do povo do Irã com a derrota das sanções”.

Fonte: TERRA


No Banner to display


No Banner to display