banner ads
Inclusão: Praia Acessível oferece atividades na orla 13102019-Maceio-Rosa-Praia-Acessivel-PF-0092-1024×683 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Inclusão: Praia Acessível oferece atividades na orla




Neste domingo (13), foi realizada mais uma edição do Praia Acessível. A ação fez parte da programação do Maceió Rosa e alusão ao Dia das Crianças e ao Dia Mundial da Saúde Mental. O projeto é uma realização da Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), e contou com a participação de membros de Associações de Pestalozzi de várias cidades do Brasil.

Dentro da programação do Maceió Rosa, o projeto Praia Acessível levou diversão e inclusão para a orla. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

João Lima, coordenador do Praia Acessível, falou sobre o projeto. “Desde 2015 estamos com essa ação. E, hoje, com diversas atividades para lembrar que inclusão é indispensável. Tivemos dança, caminhada, banho assistido e atividades esportivas. Colocando todos juntos e gerando uma importante integração”, disse.

Liduina Letícia é do Ceará e veio com seu filho Tarcísio Bezerra para participar do Congresso Nacional de Associações de Pestalozzi do Brasil. “Vim acompanhar Tarcísio que é auto defensor da luta das crianças com deficiência e não poderíamos deixar de participar desta atividade. É um projeto muito bom, muito gostoso. Nós precisamos disso em todo Brasil”, comentou.

Liduina Letícia acompanhou o filho nas atividades. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Raimundo Nonato faz parte da Associação Pestalozzi do Maranhão e também aproveitou o dia. “Primeira vez que participo de um evento como esse. É muito legal conhecer pessoas com o mesmo problema que eu e poder me divertir com eles. Gostei muito. Espero voltar para conhecer melhor Maceió”, ressaltou.

Luiz Lima e o filho Bruno estiveram presentes em mais uma edição do Praia Acessível. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

O Praia Acessível conta com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Associação Pestalozzi de Maceió, Faculdade UniNassau, Illa Sorvetes, Laboratórios Nabuco Lopes e Solara.

Fonte: Sarah Mendes / Secom Maceió


No Banner to display


No Banner to display