Imprensa Oficial lança de seis livros infantis na Bienal Internacional do Livro BIENAL - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Imprensa Oficial lança de seis livros infantis na Bienal Internacional do Livro

A Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança seis livros infantis no seu estande montado na 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas. Nesta edição do evento, além dos novos títulos da coleção Coco de Roda (tradicionalmente lançada a cada bienal do livro), a editora vai trazer ao público leitor também O Mundo do Menino Impossível, de Jorge de Lima.

 

De 30 de setembro a 5 de outubro, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos vai promover sucessivas tardes de autógrafos com os autores e ilustradores das obras, animadas por contações de histórias e distribuição de balões e guloseimas.

 

“A coleção Coco de Roda é um dos maiores sucessos editorias da Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Desde que foi lançada, em 2009, ela vem sendo amplamente adotada pelas escolas da rede pública e privada de Alagoas. Esse êxito se deve à qualidade das narrativas – que sempre fazem referência à cultura e à paisagem alagoana -, mas também à qualidade gráfica e ao alto nível do trabalho dos ilustradores selecionados”, afirma Patrycia Monteiro, coordenadora editorial da Imprensa Oficial Graciliano Ramos.

 

Desde que chegou ao mercado, a coleção Coco de Roda já publicou 21 títulos assinados por autores e ilustradores alagoanos, ou radicados em Alagoas, sempre selecionados por edital público, num processo democrático e transparente. Nesta edição, a Coco de Roda traz mais cinco obras inéditas.

 

A primeira tarde de autógrafos da programação infantil da Imprensa Oficial Graciliano Ramos será realizada no sábado (30), às 17h, com o lançamento de Zé Muquém Pegou o Trem, de autoria de Luiz Antonio Caldas Filho, com ilustrações de Pedro Lucena. Esta historinha, contada em versos, narra a jornada do bem-te-vi Zé Muquém que parte de União dos Palmares até Maceió para realizar o desejo de sua companheira Bia, que está chocando os ovinhos do casal, de comer jiló com leite em pó. Enredo aponta diversas referências culturais e históricas de Alagoas. Ao cruzar o interior do estado rumo à capital, o pássaro descobre diversas paisagens e faz novas amizades, até concluir o trajeto de trem, aconselhado pelo mutum Dolobilo.

 

No domingo (1º), às 17h, será a vez do lançamento de Silvana, A Baleia Beluga, de Autoria de Maryana Damasceno, com ilustrações de Daniel Aubert. A narrativa da personagem Silvana é sobre superação de medos e até de limitações físicas na busca pela felicidade e realização de sonhos. Apesar da falta de incentivo dos seus amigos, a pequena baleia beluga mantém a atitude corajosa e parte rumo as águas quentes e claras da praia da Pajuçara, onde quer ter contato, pela primeira vez, com a música e a alegria de seus habitantes.

 

Estrela Raivosa, de Guilherme de Miranda Ramos, com ilustrações de Cristiano Suarez, é grande lançamento infantil de terça-feira (3), às 15h, no estande da Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Esta obra é uma grande homenagem ao Hino de Alagoas. Fazendo um trocadilho com “estrela radiosa”, mencionada na primeira estrofe do hino, a personagem jovem e rebelde do enredo parte numa viagem em busca do autoconhecimento e ao cruzar as galáxias e se deparar com os jovens Luiz Mesquita e Benedito da Silva, ambos autores do hino alagoano, ela descobre que além do espírito de aventura, sua verdadeira vocação é a de se tornar musa inspiradora dos artistas e guardiã do estado de Alagoas.

 

Quarta-feira (4), 15h, está programado o lançamento de Uma Amizade Além do Tempo, de Marília Matsumoto, com ilustrações de Ivan Ramos. O livro homenageia o município de Marechal Deodoro, cenário da grande aventura do enredo. Ao fazer uma acidental viagem no tempo, o personagem Lucas volta ao passado e conhece a antiga capital da província de Alagoas, chamada na época de Lagoa do Sul. Nessa jornada, se surpreende com as paisagens ainda intocadas pelo progresso e vivencia brincadeiras típicas de uma infância antiga. A historinha é repleta de referências culturais alagoanas.

 

Encerrando o ciclo de lançamentos infantis da Imprensa Oficial, na quintafeira (5), às 15h, será o momento de a criançada conhecer o livro O Colar de Pérolas de Cecília,  de Fabiana Freitas, com ilustrações de Jean Carlos. A narrativa desta obra versa sobre o universo rico das fantasias infantis. Na praia da Sereia, em Ipioca, Cecília conhece a sereia Sofia que lhe apresenta um encantado mundo marinho, onde ostras que fazem colares de pérolas, sereias têm aulas de canto, baleias amamentam seus filhotes e cavalos marinhos machos ficam grávidos. A natureza abundante e acessível contrasta com a realidade urbana da protagonista.

 

O Mundo do Menino Impossível

 

Uma das grandes apostas editoriais da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, o Mundo do Menino Impossível, de Jorge de Lima, será lançado na segunda-feira (2), às 15h, com a presença da artista gráfica Chris K.

 

Após meses de negociação, a editora alagoana conseguiu obter os direitos autorais da obra com a Agência Riff, do Rio de Janeiro, que representa alguns dos mais importantes autores nacionais, entre eles, João Cabral de Melo Neto, Ariano Suassuna, Adélia prado e Luiz Fernando Veríssimo.

“Tínhamos uma estratégia muito clara ao escolher O Mundo do Menino Impossível. Pretendíamos fazer um resgate da narrativa infantil desta obra que foi publicada pela última vez na Antologia Poética, de Jorge de Lima, pela extinta editora Cosac Naify. Nosso objetivo era o de cativar novos leitores para obra do poeta alagoano, desde cedo, quebrando o tabu sobre o hermetismo de sua poética”, diz Patrycia Monteiro.

 

A primeira edição de O Mundo do Menino Impossível foi publicada pela primeira vez em 1927, numa pequena tiragem de 300 cópias numeradas, ilustradas pelo próprio autor, colorizadas pelo seu irmão Hildebrando de Lima, também escritor. A reedição do poema, pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos, traz novas ilustrações assinadas pela designer Chris K, com estilo mais arrojado, afinado com a linguagem infantil dos dias de hoje. Contudo a nova versão do livro infantil faz homenagem às antigas ilustrações, reproduzindo-as em parte de seu conteúdo.

 

O Mundo do Menino Impossível é um livro muito importante na obra de Jorge de Lima. Ele demarcou a entrada do poeta no movimento modernista e o consequente rompimento com o estilo parnasiano de sua produção poética. As ilustrações do livro original marcaram também o início da incursão do escritor alagoano pelo mundo das artes visuais.

 

Jorge de Lima foi um dos mais ecléticos artistas brasileiros, destacando-se como poeta, romancista, biógrafo, ensaísta, tradutor, pintor, médico e político. Nascido em União dos Palmares, em 1893, transitou por diversos estilos literários. Parte marcante de sua temática poética é dedicada à religião, mas também às questões sociais do Nordeste e às raízes africanas da cultura brasileira. Suas obras mais conhecidas são o romance Calunga (1935), Poemas Negros (1937) e A Invenção de Orfeu (1952), sem esquecer de mencionar o poema Essa Negra Fulô. Já a sua produção no campo das artes plásticas flertou com o surrealismo.

AGÊNCIA ALAGOAS


No Banner to display