Grupo denuncia à polícia que levou calote de agência de viagens de Alagoas TURS - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Grupo denuncia à polícia que levou calote de agência de viagens de Alagoas

Um grupo de 72 clientes procurou a Polícia Civil de Alagoas para denunciar que foi vítima de calote por uma agência de turismo de Maceió. Insatisfeitos, eles registraram Boletins de Ocorrência na Delegacia Especial de Investigações e Capturas (Deic) nesta terça-feira (12), contra a empresa.

Segundo o jornalista Silvio Teles, o pacote escolhido por ele e pelo grupo era para Buenos Aires, na Argentina. Eles saíriam de Maceió na madrugada desta quarta (13), e passariam seis dias no país.

Os valores dos pacotes variam de cliente para cliente, mas giram em torno de R$ 2,5 mil. O grupo agora espera o ressarcimento do valor pago.

“Um amigo em comum me recomendou a empresa. Por confiança e por já ter viajado com o proprietário, decidi comprar. De uma semana para cá, não estávamos recebendo os comprovantes de reservas. Começamos a colocar pressão e percebemos que algo estava errado”, disse Teles.

Na manhã desta terça, a empresa Voyager Turismo emitiu uma nota informando que a viagem não iria mais ser realizada.

“A gente já vinha cobrando há cinco dias as confirmações das passagens. Eu consegui falar com ele um pouco depois da nota, que disse estar fazendo o possível para reverter a situação, mas depois não conseguimos mais entrar em contato. A hospedagem e o aéreo de todos estavam quase completamente pagas, não existe uma explicação lógica”, desabafa.

Outra vítima do calote foi a professora Rosangela Oliveira, que deu a viagem como presente dos 15 anos de sua filha. “Estou muito triste, desolada. Encontramos pessoas que usam da boa fé para nos roubar. O dinheiro não é tanto, a questão é a minha filha, que vive um sonho frustrado de 15 anos. Agora vai ser dificil de realizar, porque pra ressarcir e organizar outra vai demorar”, diz.

Confira abaixo a nota completa da empresa:

Maceió – AL, 12 de setembro de 2017.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Prezado Cliente,

A recente crise política, que com seus reflexos assola todo a economia brasileira, aliada à problemas operacionais, vieram a dificultar o cumprimento de alguns contratos celebrados, o que impossibilitará a realização da viagem para Buenos Aires que ocorreria no período de 13 a 18 de setembro de 2017.

Salienta-se contudo que a Voyager Turismo ostenta de “nome limpo” e crédito disponível no mercado, não se tratando, portanto, de hipótese de estado de insolvência (falência), sendo indubitavelmente possível sanar tais inquietações de forma serena, justa e conveniente para todas as partes envolvidas.

Desta feita, a Voyager Turismo, por meio do empresário Ernandes Calheiros Júnior, toma a iniciativa, nesta ocasião, de emitir a presente nota, que visa esclarecer e informar, que a referida viagem está cancelada e será remanejada para os seguintes períodos: 18 a 23 de novembro de 2017 e 08 a 13 de dezembro de 2017.

De igual modo, aqueles que não quiserem ou não puderem embarcar nas datas disponibilizadas, atenderemos cada um de forma individual para resolução do contrato, inclusive, apresentando de imediato planos para a forma de restituição dos valores pagos, nos contratos não passíveis de cumprimento.

A empresa lamenta o cancelamento da viagem programada, e ratifica mais uma vez o seu compromisso com o cliente, garantindo que todos os contratos que porventura sejam cancelados terão a restituição integral dos valores conforme preceitua a legislação vigente.

Cordialmente,

VOYAGER TURISMO LTDA.

Ernandes Elias Calheiros Júnior.

G1ALAGOAS


No Banner to display