Filhote de jubarte é a terceira baleia que encalha morta este ano em Alagoas JUBAR - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Filhote de jubarte é a terceira baleia que encalha morta este ano em Alagoas

Uma baleia da espécie jubarte encalhou morta na praia de Japaratinga, na manhã desta quarta-feira (9). A prefeitura daquele município está providenciando a remoção do mamífero do local.

De acordo com a veterinária do Instituto Biota de Conservação, Luciana Medeiros, está é a terceira baleia encontrada morta em Alagoas nos sete primeiros meses do ano.

Ainda segundo a veterinária, o Instituto registrou esse ano 18 encalhes de mamíferos marinhos, sendo 15 golfinhos e três baleias. Destes, 14 encalharam mortos e os que encalharam vivos morreram posteriormente.

As causas que levaram os encalhes e a mortes dos animais ainda não foram diagnosticados.

“Os mamíferos encontrados em Alagoas já estavam em avançado estado de decomposição impossibilitando o diagnóstico da causa do encalhe. De uma forma geral, os mamíferos marinhos podem encalhar, alem das causas naturais: doenças e dependência materna, mas eles vem sofrendo as consequências da poluição marinha, por interações com artefatos de pescas em alto mar, onde eles se encalham e acabam se afogando, e também devido atividade sísmicas da exploração de petróleo, onde os animais podem ser acometidos por lesões neurológicas e ficam desorientados, vindo a encalhar”, explica.

Último caso

Um filhote de baleia jubarte foi encontrado morto na praia do Sobral, em Maceió, no dia 24 de julho. Ele tinha ficado encalhado na praia Duas Barras, em Jequiá da Praia, no Litoral Sul, mas com a ajuda da população, o mamífero foi colocado de volta ao mar imediatamente após a chegada do Instituto, mas o animal não resistiu.

O mamífero encontrado por populares no Sobral ainda estava com o cordão umbilical preso ao corpo e com ferimentos, assim como foi encontrado em Duas Barras. Uma equipe do Instituto foi ao local para fazer a perícia da baleia morta.

Em Jequiá da Praia, o filhote foi encontrado encalhado por pescadores e banhistas próximo a uma área conhecida como Pedras Grandes. A própria população tentou reintroduzi-lo ao mar antes da chegada do Biota, mas o filhote voltou a encalhar em local de risco.

GAZETA WEB


No Banner to display