Estado vai conceder incentivos fiscais à cadeia produtiva de confecções HEL - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Estado vai conceder incentivos fiscais à cadeia produtiva de confecções

O governador Renan Filho confirmou que o Governo do Estado irá conceder incentivos fiscais à cadeia produtiva de confecções em Alagoas. O anúncio foi feito durante a 6ª edição do Governo Presente na região da Zona da Mata alagoana, nos dias 7 e 8 deste mês. Renan Filho lembrou que Pernambuco desonerou a produção no passado e se transformou num estado-polo produtor de confecções.

 

“Quem vende ou quem compra roupas sabe que Santa Cruz do Capibaribe, Caruaru e Toritama, são cidades muito fortes no ramo da confecção, porque o governo de Pernambuco desonerou a produção. Lá, não se paga ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] para produzir roupas”, declarou o governador.

 

Ele recordou que quando foi prefeito de Murici criou um polo de confecções no município da Zona da Mata e que em Alagoas há polos em Delmiro Gouveia, Palmeira dos Índios, Arapiraca e em Maceió.

 

“Vamos conceder incentivos fiscais à cadeia produtiva da confecção e desonerá-la. Isso vai, sem dúvidas, induzir o crescimento do setor e trazer de volta para Alagoas alguns alagoanos que produzem em Pernambuco”, afirmou Renan Filho.

 

Mais incentivos

 

Com a reformulação do Programa de Desenvolvimento Integrado de Alagoas (Prodesin), o Estado passou a contar com o melhor incentivo fiscal do Nordeste, com a redução em 92% do pagamento do ICMS na saída dos produtos industrializados em todo o território alagoano, além do diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo, sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos e na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.

 

Fundada em julho de 2015, a Caatinga Rocks Cervejas Artesanais, primeira microcervejaria alagoana instalada no interior do Estado, em Murici, passou a contar, desde sexta-feira (7), com os incentivos fiscais do Prodesin na saída dos produtos industrializados.

 

A concessão foi assinada pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, durante a 6ª edição do Governo Presente.

 

“Em União dos Palmares concedemos incentivos fiscais à fábrica da PepsiCo, que fabrica derivados do leite, dentre os quais, o Toddynho”, acrescentou o governador.

AGÊNCIA ALAGOAS


No Banner to display