Curso capacita técnicos em Patologias das Construções A17250CD-1C0F-40D5-9B27-8B51988CF35B-377×290 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Curso capacita técnicos em Patologias das Construções




A equipe técnica da Coordenadoria Especial Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) está sendo capacitada sobre Patologias das Construções. O curso realizado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), em parceria com a Defesa Civil do município do Rio de Janeiro, promove um nivelamento no trabalho da Defesa Civil de Maceió nas vistorias de moradias em áreas sujeitas a risco geológico.

O curso, que teve início terça-feira (7), conta com aulas práticas e teóricas e é ministrado pelo engenheiro civil especialista em patologias Orlando Sodré Gomes, coordenador do Centro de Estudos e Pesquisas de Desastres do Centro de Treinamento para Emergências da Defesa Civil do Rio de Janeiro. O nivelamento profissional consiste em  qualificar as vistorias nas construções em áreas de risco, onde muitas vezes os próprios padrões construtivos das residências se unem à instabilidade do terreno, aumentando a vulnerabilidade aos desastres naturais.

Profissionais da Defesa Civil são capacitados em Patologias das Construções (Foto: Ascom Defesa Civil)

Segundo Sodré, a parte teórica da capacitação abrange os aspectos operacionais e técnicos dos procedimentos de Defesa Civil. Já a parte prática do curso abrange aulas de campo nas regiões do Pinheiro e Bom Parto. “As visitas em campo são necessárias porque, além de dar continuidade ao que foi abrangido nas aulas teóricas da capacitação, é o momento de ver na prática o que tem atingido a cidade. Para além desses aspectos, o objetivo dessa capacitação é justamente nivelar os técnicos, para que todos tenham condições para lidar com as ações de Defesa Civil”, esclareceu.

Adelaide Maia, chefe do Departamento de Gestão Territorial (DEGET) da CPRM, explicou que a capacitação foi planejada para preencher as possíveis lacunas nos conhecimentos dos técnicos e geólogos que atuam vistoriando as áreas. “Este curso é uma parceria entre o Serviço Geológico do Brasil e a Defesa Civil Municipal do Rio de Janeiro onde a intenção é facilitar o entendimento de todos os técnicos da Defesa Civil de Maceió e qualificar o trabalho de vistorias nas casas. É importante destacar que esse curso também promove uma maior aproximação entre o conhecimento geológico e temas da Engenharia que são correlacionados à atividade da setorização de risco”, destacou.

O coordenador da Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, ressaltou que além de envolver os bairros com instabilidade de solo o curso também é importante para auxiliar nas ações preparatórias para o período chuvoso.
“Estamos em janeiro de 2020 e esse curso de qualificação também tem o objetivo de auxiliar na superação de todo e qualquer desafio que venha a acometer a população maceioense frente ao período chuvoso que se aproxima. Por isso, o aperfeiçoamento das equipes técnicas é prioritário para a Defesa Civil e consideramos importante todo processo de identificação de possíveis patologias, tanto para auxiliar nas áreas que possuem instabilidade no solo quanto nas demais”, disse ele.

Além da parte teórica, o curso promove aulas práticas nos bairros do Pinheiro e Bom Parto. (Foto: Ascom Defesa Civil)

Para Victor Gama, engenheiro do Centro Integrado de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cimadec), o curso traz mais qualificação ao trabalho diário da Defesa Civil. “A importância do curso é a de reforçar os trabalhos prévios com relação às patologias de solo e ao período chuvoso que se aproxima, já que ele trata de assuntos comuns para a Defesa Civil. É uma reciclagem importante, visto que nosso objetivo enquanto secretaria é sempre o de salvaguardar a vida da população que pode estar em risco”, explicou.

Fonte: Lisa Gabriela (estagiária)/ Ascom Defesa Civil e Ascom CPRM


No Banner to display


No Banner to display