Covid-19: Maceió é a 4ª capital em ranking de transparência 30032020-Rui-Palmeira-PF_0003-1024×683 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Covid-19: Maceió é a 4ª capital em ranking de transparência




Dados referem-se às capitais. No Nordeste, Maceió ocupa segunda posição entre as mais transparentes


Maceió aparece na 4ª posição entre as capitais brasileiras com melhor desempenho no Índice de Transparência de dados do Covid-19

Dentre as ações de enfrentamento à covid-19, a transparência pública tem recebido atenção especial da gestão municipal e este esforço fez com que Maceió assumisse a 4ª posição entre as capitais brasileiras com melhor desempenho na avaliação de dados no boletim da Transparência Covid-19 2.0 da organização Open Knowledge Brasil (OKBR).

A Prefeitura de Maceió disponibiliza nos sites http://www.transparencia.maceio.al.gov.br/http://www.maceio.al.gov.br/sms/boletim-coronavirus/ e http://www.covid19.maceio.al.gov.br/pages/principal.faces  informações e dados sanitários e epidemiológicos relacionados à Covid-19, como boletim, ocupação de leitos e locais de atendimento.


Rui Palmeira – prefeito de Maceió. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Para o prefeito Rui Palmeira, o crescimento de Maceió no ranking é resultado de um trabalho que vem sendo desenvolvido desde as primeiras ações de enfrentamento ao novo coronavírus. “Isso mostra o compromisso que a Prefeitura tem com a população nesse momento que estamos enfrentando de tanta aflição. Temos feito um esforço muito grande que envolve várias secretarias como a de Saúde, de Assistência Social e de Controle Interno, a Arser, a PGM. Todos estão de parabéns pelo compromisso com a transparência e fico muito feliz em saber que Maceió ocupa a quarta posição entre as capitais do Brasil  mais transparentes com os dados da Saúde relacionados à Covid-19”, ressaltou.

Nesta segunda avaliação, Maceió aparece em 4ª posição somando 88 pontos, um nível julgado como alto e é a segunda maior nota entre as capitais do Nordeste. Além disso, Maceió foi uma das capitais que mais amadureceu seu desempenho no ranking, já que saiu de 61 pontos para 88.


Município disponibiliza dados sanitários e epidemiológicos

A secretária-adjunta de Saúde, Nadja Tenório, explica que o avanço no ranking é a soma de ações conjuntas da Prefeitura. “A transparência abrange todo trabalho que a Saúde tem feito no enfrentamento à Covid-19. A gente mantém a transparência quando informa a ocupação de leitos, a evolução e o monitoramento dos pacientes, a disponibilização das unidades de referência, mapeamento e os boletins diários. Então é uma conquista de um trabalho conjunto que beneficia toda comunidade”, afirmou.

Rodrigo Fontan, diretor-presidente da Agência Municipal de Regulação de Serviços Delegados (Arser), observa que os dados já estavam prontos e, com alguns ajustes, Maceió alcançou a nova colocação. “Estes dados, na verdade, já estavam disponíveis para consulta. O esforço que tivemos da primeira para segunda avaliação foi no sentido de organizá-los, fazendo ajustes na formatação do nosso site”, pontuou Fontan.

O Índice de Transparência da Covid-19 é um indicador sintético composto por três dimensões: conteúdo, granularidade e formato. Cada dimensão é constituída por subdimensões que agregam um conjunto de aspectos avaliados separadamente. A coleta dos dados é baseada nas últimas publicações periódicas de portais oficiais dos órgãos. A análise privilegia seções fixas e hotsites dedicados às informações sobre o novo coronavírus. Entre as páginas do Portal da Transparência de Maceió estão as informações sobre ocupação de leitos, boletins epidemiológicos e ficha de acompanhamento dos atendimentos nas Unidades de Referência em Síndromes Gripais.

O secretário-adjunto de Controle Interno, Toni Oliveira, destaca o trabalho conjunto entre as secretarias municipais. “Esse resultado é consequência de um empenho de várias secretarias no intuito de apresentar estes dados da forma mais transparente possível ao cidadão, melhorando o acesso à informação. Seguimos a legislação e as orientações dos órgãos de controle externo, entendendo que este é um trabalho contínuo e colaborativo que exige tempo e atenção do nosso corpo técnico”, afirmou.

As ações de transparências estão ligadas ao Gabinete de Crise, que atua no enfrentamento ao novo coronavírus e é composto pelo Gabinete do Prefeito, Procuradoria-Geral do Município (PGM), Agência Municipal de Regulação de Serviços Delegados (Arser) e Gabinete de Governança (GGOV,) bem como as secretarias de Saúde (SMS), Gestão (Semge), Assistência Social (Semas), Economia (Semec), Educação (Semed), Comunicação (Secom), Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) e de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes). O trabalho técnico conta com a Diretoria de Tecnologia da Informação da Semge com articulação da Secretaria Municipal de Controle Interno (SMCI).

Ranking

O Índice de Transparência da Covid-19 (ITC-19) é uma iniciativa da Open Knowledge Brasil (OKBR), também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre, para avaliar a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia do novo coronavírus que têm sido publicados pela União, pelos estados e pelas capitais brasileiras em seus portais oficiais. A coleta de dados é quinzenal e os resultados da avaliação são atualizados semanalmente, alternando estados e capitais.

Fonte: Letícia Pascoalino / Secom Maceió


No Banner to display


No Banner to display