Chineses podem tirar Hernanes do São Paulo já em janeiro HERNA - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Chineses podem tirar Hernanes do São Paulo já em janeiro

Hernanes chegou ao São Paulo em julho desse ano e tem contrato de empréstimo até o fim de junho de 2018. A vontade do Tricolor Paulista e do atleta é por um acordo definitivo, para que o meia possa defender o São Paulo por muito mais tempo. No entanto, a situação não é tão tranquila quanto se imaginava e o clube não tem tanto tempo assim para chegar a um consenso com os chineses do Hebei Fortune, detentores dos direitos econômicos de Hernanes.

Isso tudo porque Ricardo Rocha, novo coordenador de futebol do São Paulo, revelou nessa sexta-feira uma cláusula no contrato que pode fazer com que o camisa 15 tenha de retornar à Ásia já em janeiro. A diretoria do Morumbi teve de ‘engolir’ a cláusula imposta pelos chineses quando bateu o pé para que o empréstimo fosse de um ano, e não de seus meses como o Hebei Fortune gostaria, inicialmente.

“Ele quer ficar. Isso é fundamental. Foi considerado um dos melhores da posição, mudou o patamar do São Paulo no Brasileiro. Depende muito do clube chinês e do diálogo. Vamos tentar ajudar. O São Paulo está tentando correr atrás e espero que consiga. Conheço um pouco o treinador, qualquer coisa posso entrar em contato com o Manuel Pellegrini para falar com ele, mas o São Paulo está caminhando para acertar. Claro que é uma preocupação de todos, pelo atleta, líder e ser humano que é”, explicou Ricardo Rocha, em entrevista ao Sportv.

Raí, executivo de futebol do São Paulo, tem a negociação por Hernanes como prioridade. O ídolo trabalha forte, e em silêncio, nos bastidores para evitar não só que o Profeta volte a China em janeiro como também para encontrar uma forma do São Paulo contratar de vez seu principal jogador do elenco atual.

Apesar dos chineses não se importarem muito com o desejo dos atletas em função das altas quantias que desembolsam para levarem os jogadores, principalmente no caso de Hernanes, em que o Hebei Fortune tem pago também 80% do salário do atleta mesmo nesse período de empréstimo, a vontade de Hernanes em permanecer no Brasil e a possibilidade real de uma convocação para a Copa do Mundo da Rússia, como Tite já admitiu, tornam-se esperanças paras os tricolores obterem sucesso.

GAZETA ESPORTIVA


No Banner to display