banner ads
Bottas estraga festa de Hamilton e sai na pole do GP da Inglaterra 2019-07-13t141235z1810934078rc14b70f0810rtrmadp3motor-f1-britain - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Bottas estraga festa de Hamilton e sai na pole do GP da Inglaterra




O suspense marcou a definição do grid de largada do GP da Inglaterra na tarde deste sábado (13), em Silverstone. Ao longo da classificação, Lewis Hamilton e Charles Leclerc pintaram como grande favoritos à posição de honra, enquanto Valtteri Bottas corria por fora. No fim das contas, levou a melhor o finlandês, que marcou 1min25s093 na sua melhor passagem, quebrou o recorde da pista no seu traçado atual e vai largar na frente pela décima vez na carreira. Para desilusão dos milhares de fãs britânicos, Hamilton perdeu a pole por apenas 0s006.

Leclerc vai largar em terceiro. Com ótimo ritmo da Ferrari, o monegasco fechou a sessão apenas 0s079 atrás do pole. Max Verstappen vai completar a segunda fila do grid, enquanto Pierre Gasly, em um fim de semana muito bom até o momento com a Red Bull, fecha o top-5. A terceira fila é completada por um apagado Sebastian Vettel.

Desta vez, o melhor do resto foi Daniel Ricciardo, da Renault, sétimo colocado. O australiano vai largar lado a lado com Lando Norris, da McLaren. Alexander Albon manteve a boa forma no fim de semana e colocou a Toro Rosso em oitavo, enquanto Nico Hülkenberg posicionou outra Renault no top-10.

Valtteri Bottas brilhou em Silverstone nesta tarde de sábado (Foto: AFP)

A largada do GP da Inglaterra está marcada para 10h10 (horário de Brasília) deste domingo.

Saiba como foi o treino classificatório do GP da Inglaterra de F1

Q1: Hamilton lidera, mas Ferrari impressiona com pneus médios

Com céu nublado, mas sem chuva, os 20 pilotos do grid deixaram os boxes para as primeiras voltas da classificação no Q1. Dentre os carros mais rápidos, Charles Leclerc foi o primeiro a ocupar a ponta, usando pneus médios. Mas Lewis Hamilton deu o troco logo em seguida, mas com os macios. O dono da casa cravou 1min25s513 — novo recorde da pista —, apenas 0s020 mais rápido que o monegasco. Valtteri Bottas aparecia em terceiro, enquanto Lando Norris surpreendia com a quarta colocação, à frente de Max Verstappen e Sebastian Vettel.

Em seguida, Verstappen pulou para terceiro na sua segunda tentativa, virando apenas 0s187 mais lento que Hamilton. Mas o que chamava a atenção mesmo era a grande performance da Ferrari com os compostos médios. A McLaren continuava andando bem e figurava em sexto e sétimo com Norris e Carlos Sainz, respectivamente, os dois à frente da Red Bull de Pierre Gasly.

Lance Stroll foi eliminado no Q1 pela 14ª vez consecutiva (Foto: Racing Point)
Lá atrás, as Williams de George Russell e Robert Kubica, as Racing Point de Lance Stroll e Sérgio Pérez e a Toro Rosso de Daniil Kvyat estavam na zona de eliminação do Q1. Kimi Räikkönen era o 16º e estava na ‘bolha’, mas o ‘Homem de Gelo’ conseguiu se salvar ao subir para 13º. Foi Kevin Magnussen que ficou ameaçado pela degola, que foi confirmada depois que o mexicano conseguiu, na volta final, se salvar e fechar o Q1 em 15º. Foram eliminados Magnusen — que errou na sua última tentativa —, Kvyat, Stroll, Russell e Kubica. Romain Grosjean, com a especificação usada no início da temporada, na Austrália, conseguiu o nono tempo.

Q2: Leclerc crava novo recorde da pista e desponta como favorito à pole

No segundo segmento, Leclerc e a dupla da Mercedes foram à pista com pneus médios, já visando a estratégia para a corrida. Verstappen e Gasly também aceleravam com os compostos amarelos. Na primeira passagem, Hamilton cravou 1min25s840, 0s048 mais rápido que Bottas.

Só que a liderança prateada ruiu com a volta feita por Leclerc, que anotou 1min25s646, deixando as duas Mercedes para trás. Gasly novamente superava Verstappen e aparecia em quarto, seguido pelo holandês. E Vettel fazia suas primeiras voltas no Q2 com os pneus macios, diferente dos outros cinco carros de ponta da F1.

Sebastian Vettel se salvou da degola no Q2 na última volta (Foto: Ferrari)

Na volta seguinte, Bottas melhorou sua marca e ficou apenas 0s026 atrás de Leclerc. Daniel Ricciardo aparecia em sexto, à frente de Norris, enquanto Vettel era apenas o oitavo. Carlos Sainz e Nico Hülkenberg fechava o top-10 provisório. Os cinco primeiros pareciam estar garantidos. Restava a definição dos demais para o Q3.

Com a melhora dos tempos nos segundos finais, Vettel ficou ameaçado de ser eliminado ainda no Q2, mas o tetracampeão conseguiu se salvar ao pular para quinto. Em seguida, Leclerc melhorou seu tempo com 1min25s546, novo recorde de Silverstone. Passaram para o Q3, além do monegasco, Bottas, Hamilton, Verstappen, Vettel, Gasly, Ricciardo, Norris, Hülkenberg e Alexander Albon.

Q3: Luta parelha marca definição da pole em Silverstone: Bottas sai na frente

Com dois britânicos entre os dez primeiros do grid e Hamilton como a maior estrela, os britânicos acompanharam das arquibancadas a definição do grid de largada com Leclerc despontando como candidato máximo a estragar a festa caseira.

Nas primeiras tentativas, contudo, quem roubou a cena foi Bottas, que marcou 1min25s093, novo recorde da pista, deixando Hamilton para trás, em segundo, e Verstappen em terceiro. Leclerc aparecia apenas em quarto, à frente de Gasly e Vettel.

Hamilton foi quem fez primeiro a tentativa derradeira de volta rápida, seguido por Bottas. O britânico conseguiu melhorar bem seu tempo e registrou 1min25s099, apenas 0s006 atrás do finlandês. Leclerc também apareceu bem, mas terminou 0s079 atrás. Décima pole do finlandês na carreira.

Fórmula 1 2019, GP da Inglaterra, Silverstone, treino classificatório:

1 V BOTTAS Mercedes 1:25.093
2 L HAMILTON Mercedes 1:25.099 +0.006
3 C LECLERC Ferrari 1:25.172 +0.079
4 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:25.276 +0.183
5 P GASLY Red Bull Honda 1:25.590 +0.497
6 S VETTEL Ferrari 1:25.787 +0.694
7 D RICCIARDO Renault 1:26.182 +1.089
8 L NORRIS McLaren Renault 1:26.224 +1.131
9 A ALBON Toro Rosso Honda 1:26.345 +1.252
10 N HÜLKENBERG Renault 1:26.386 +1.293
11 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:26.519 +1.426
12 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:26.546 +1.453
13 C SAINZ JR McLaren Renault 1:26.578 +1.485
14 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:26.757 +1.664
15 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:26.928 +1.835
16 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:26.662 +1.569
17 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:26.721 +1.628
18 L STROLL Racing Point Mercedes 1:26.762 +1.669
19 G RUSSELL Williams Mercedes 1:27.789 +2.696
20 R KUBICA Williams Mercedes 1:28.257 +3.164
Tempo 107% 1:31.050 +5.957
REC V BOTTAS Mercedes 1:25.093 13/07/2019
MV V BOTTAS Mercedes 1:25.093 13/07/2019

 

Fonte: GRANDE PRÊMIO


No Banner to display


No Banner to display