Bolsonaro e Xi Jinping trocam informações sobre a covid-19 brics_131119abr_2632 - O presidente da República Popular da China, Xi Jinping e o presidente Jair Bolsonaro, durante declaração à imprensa no Palácio do Itamaraty, em Brasília Ampliar Imagem

Bolsonaro e Xi Jinping trocam informações sobre a covid-19




O presidente Jair Bolsonaro conversou na manhã de ontem (24) com o presidente da China, Xi Jinping, para trocar informações sobre o combate ao novo coronavírus (covid-19) e reafirmar os laços comerciais entre os dois países. Acompanharam a ligação os ministros da Agricultura, Tereza Cristina; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

“Nesta manhã, em ligação telefônica com o Presidente da China, Xi Jinping, reafirmamos nossos laços de amizade, troca de informações e ações sobre o covid-19 e ampliação de nossos laços comerciais”, escreveu Bolsonaro em publicação no Twitter.

Na semana passada, o presidente brasileiro disse que não há nenhum problema entre os governos do Brasil e da China e que poderia entrar em contato com o governo chinês para pedir auxílio no combate à pandemia da covid-19.

A declaração foi dada após publicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Twitter, filho do presidente, responsabilizando o governo chinês pela pandemia de coronavírus. Em resposta, a Embaixada da China no Brasil disse que a postagem prejudica “a boa imagem do Brasil no coração do povo chinês”.

Depois de surgir na China, em dezembro do ano passado, o surto do novo coronavírus espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar situação de pandemia.

Após várias medidas restritivas e ações de saúde nos últimos meses, o país vem registrando queda no número de novos casos por transmissão comunitária e já trabalha para conter aumento de casos importados de coronavírus.

De acordo com boletim divulgado segunda (23) pela OMS, 103 novos casos foram confirmados na China nas últimas 24 horas. Desde o início do surto, o país registrou mais de 81,6 mil casos da covid-19.

Embaixador chinês

Em publicações no Twitter, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, destacou que a conversa telefônica entre Xi Jinping e Bolsonaro foi realizada em um ambiente muito cordial e amistoso. De acordo com Wanming, os dois presidentes reforçaram a necessidade de aumentar a cooperação no combate e controle da pandemia de covid-19, inclusive nos materiais médicos. “Consideram que a única solução correta de vencer a pandemia com maior brevidade é a cooperação internacional”, escreveu.

Ainda segundo o embaixador, ambos reiteraram o compromisso com a estabilização e ampliação da parceria comercial, especialmente nesse contexto desafiador, contribuindo para o enfrentamento do impacto causado pela covid-19 na economia mundial. Os presidentes também reafirmaram o compromisso conjunto de dar continuidade ao estreito diálogo a favor do desenvolvimento saudável, estável e constante da parceira Brasil-China.

Xi Jinping e Bolsonaro também apoiam a proposta da Arábia Saudita de promover uma videoconferência dos líderes dos países de G-20, destacando a importância da coorperação dos países do bloco no combate ao novo coronavírus.

“O Presidente Xi Jinping manifestou solidariedade ao governo e ao povo brasileiro. Faz voto pelo sucesso brasileiro o quanto antes no combate à covid-19 sob a liderança do Presidente Jair Bolsonaro”, acrescentou Yang Wanming.

 

Fonte: AGÊNCIA BRASIL


No Banner to display


No Banner to display