banner ads

Após confusão em bar de Delmiro, levanta-se uma questão – qual a função da SMTT?

Candeeiro Bar – Foto: Divulgação

Candeeiro Bar – Foto: Divulgação

Quem passou pela região do Candeeiro Bar, na noite dessa sexta-feira (11), assistiu a um verdadeiro ‘espetáculo’, desses de cinema, com direito a camarote. Agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e da Polícia Militar (PM) entraram no estabelecimento.

De acordo com informações, eles foram ao local medir a quantidade de decibéis do som. No momento, Lissinho, Bruno e banda se apresentavam. O empresário do local, Petrucio Bandeira, não gostou nenhum pouco da atitude tomada pelos órgãos e, não deu outra, utilizou as redes sociais para falar sobre o caso. Nas palavras dele, houve abuso por parte dos órgãos.

“Foi uma forma truculenta como invadiram o Candeeiro, não por ser de propriedade minha, mas pelo simples fato de parecer que lá houvesse algum bandido. Justifica você utilizar quatro carros e até à Polícia? Isso é condenável e de uma falta de respeito enorme”, diz.

O empresário que também é formado em medicina, disse que como cidadão de Delmiro não aceita a situação e que o estabelecimento está funcionando há 15 anos e é frequentado pela sociedade de Delmiro Gouveia.

Nessa salada mista toda, o que chama atenção é um órgão responsável pelo trânsito, está numa que digamos ‘operação’ de um estabelecimento comercial. Estranho, né?

Em menos de um mês, essa é a segunda polêmica envolvendo a SMTT. A outra, ocorreu na feira livre, onde o superintendente, Gilberto Pitágoras se desentendeu com um vendedor de coco e todos foram parar na Delegacia.

O caso de ontem, ganhou repercussão nas redes sociais e vários áudios circulam nos grupos do aplicativo Whatsapp. Populares saíram em defesa do empresário do Candeeiro, ressaltando inclusive que se a Lei é para todos, que seja cumprida em todo o município.

O Tenente-coronel da PM, Anaximandro Tenório, utilizou as redes sociais e disse que a PM estava dando suporte, porém, os agentes da guarnição não teriam entrado no estabelecimento.Já o superintendente da SMTT, Gilberto Pitágoras, procurado através do telefone, não foi encontrado para falar sobre o caso.

Nessa queda de braço todinha, um questionamento das ruas vem à tona. Qual o papel da SMTT?

Let’s block ads! (Why?)

Source: Correio Notícia


No Banner to display


No Banner to display