banner ads
Ambulantes que atuam na orla terão vestimenta padronizada d7c2473a-1ecb-46b5-ae8f-1810096c1aff - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Ambulantes que atuam na orla terão vestimenta padronizada



728X90_ronda

Os ambulantes que atuam na orla de Maceió participaram de uma reunião nesta quarta-feira, dia 05, para discutir o ordenamento dos espaços utilizados e a atualização cadastral dos trabalhadores.

A assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) informou que o diretor de Convívio Social, coronel Adilson Bispo, ressaltou a importância da reunião e entendimento entre a Prefeitura e ambulantes. “Um encontro para orientações sobre a organização da orla marítima, o que propicia um espaço mais confortável e agradável para os trabalhadores e visitantes que vão aproveitar a praia”, explica.

No encontro, ficou definida a padronização da vestimenta e número de kits que podem ser usados durante o expediente. Também foi acordado que cada trabalhador terá direito à 15 kits, cada um composto por quatro cadeiras, uma mesa, uma lixeira e um guarda-sol. Além disso, foi estabelecida a distância mínima para instalação desses materiais dos ambulantes, visando facilitar o fluxo de pessoas no local.

O ambulante Luiz Henrique, que atua na Pajuçara, falou sobre a importância da organização que tem sido desenvolvida entre a Secretaria e os trabalhadores da região. “O projeto é muito bom. A orla já estava precisando de uma inovação e esse é um planejamento para o bem de todos”, disse.

O projeto será implantado pela Semscs com o apoio dos ambulantes e começa ainda este ano, com um trabalho de fiscalização e instrução nos locais onde os ambulantes atuam para que todos estejam adequados dentro das exigências.

A ação atende também uma ação civil pública interposta pela da 13ª Vara do Ministério Público Federal (MPF), que trata sobre o ordenamento no espaço público da orla marítima de Maceió, evitando a degradação ambiental e a poluição visual.

Fonte: CADA MINUTO


No Banner to display


No Banner to display