Agosto Dourado: SMS destaca função paterna na amamentação pai-abracando-a-esposa-que-amamenta-seu-filho-foto-tatyana__kshutterstockcom-0000000000016674-377×290 - 0 Comentários*Enter your name*The entered E-mail is invalid.*2 caracteres no mínimo.Do not change these fields following Ampliar Imagem

Agosto Dourado: SMS destaca função paterna na amamentação

Participação do pai do bebê ou parceiro da mãe auxilia neste processo


Pais são fundamentais durante o processo de amamentação. Foto: Internet

A participação do pai ou parceiro da mãe durante todas as fases que envolvem o nascimento de um filho é muito importante. Quando se trata da amamentação, este apoio continua sendo fundamental para que a mãe consiga manter a alimentação do bebê exclusivamente do leite materno.

Entre as funções que o pai deve desempenhar durante a fase da amamentação estão a de dar suporte emocional para mãe, aconchegar o bebê após a amamentação, estar ainda mais presente nas tarefas de casa, ajudar a manter o ambiente tranquilo, cuidar do bebê para que a parceira possa ter tempo livre e evitar a utilização de fórmulas infantis, porque elas não possuem propriedades do leite materno e não protegem os bebês de doenças.

“A participação do pai deve ser maneira ativa e vai desde o planejamento reprodutivo, passando por todas as fases da gestação, parto, pós-parto e cuidados com o desenvolvimento do filho, destacando como essa participação promove saúde, bem-estar e fortalecimento de vínculos saudáveis entre os membros da família”, explica Helenizia Sobral, da Coordenação de Saúde do Homem da SMS.

“O pai ou parceiro da mãe nunca deve ser visto como visita, mas como protagonista nos cuidados, devendo ter livre e irrestrito acesso a eles”, ressalta Helenizia.

De acordo com um levantamento feito, em 2018, pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, a presença do pai aumenta a probabilidade de amamentação durante o primeiro ano de vida da criança, em comparação aos casos em que os pais não utilizam a licença paternidade para ficarem mais próximos dos filhos.

“O pai tem seu espaço na amamentação, promovendo um ambiente favorável para isso, protegendo a mãe, dando colo, tanto a ela como ao bebê, ouvindo suas inseguranças, apoiando-a em suas decisões, ajudando em suas necessidades e levando informações de qualidade e de confiança para ela”, reforça Helenilza.

Fonte: Graziela França/ Ascom SMS


No Banner to display


No Banner to display