banner ads

Abaixo-assinado contra taxa de iluminação pública de Delmiro Gouveia é protocolado no MPE




Imagem ilustrativa – Foto: Reprodução/Internet

Imagem ilustrativa – Foto: Reprodução/Internet

Foi protocolado na manhã desta quinta-feira (15), no Ministério Público Estadual (MPE/AL), o abaixo-assinado que solicita a suspensão imediata da cobrança da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), implantada em Delmiro Gouveia.

O documento, que também sugere que seja averiguada uma possível existência de inconstitucionalidade, estava com 6.896 assinaturas e foi recebido pelos promotores de justiça João Batista e Boliva Ferro.

A manifestação que resultou na criação do abaixo-assinado foi idealizada pelo ex-vereador do município, Daniel Marques, em parceria com populares e comerciantes locais. O ato foi realizado segunda-feira (12) e terça-feira (13), na Praça do Coreto, no centro da cidade.

Daniel Marques contra a Cosip

“A Lei aprovada no ano passado apresentava erros gravíssimos. Não existe base de cálculo que transpareça ao consumidor qual o valor que será pago, e nem de como é feito o cálculo pela empresa que está administrando a arrecadação”, ressaltou o ex-vereador para a reportagem do Correio Notícia.

Daniel Marques deixou claro mais uma vez que é contra a implantação da taxa de iluminação pública no município. “Sou contra qualquer imposto que onere o bolso do cidadão delmirense, porém, já que foi aprovada, sugiro que seja implantada uma taxa fixa e acessível, que não seja esse abuso cometido no início deste mês, com a cobrança realizada aos delmirenses”, acrescentou.

Padre Eraldo toma atitude

Durante discurso na abertura da primeira edição do Governo em Ação, realizado pela Prefeitura de Delmiro Gouveia, no Distrito Sinimbu, o prefeito Padre Eraldo Cordeiro divulgou que já solicitou que um estudo técnico seja realizado para ajustes nos valores das cobranças.

Let’s block ads! (Why?)

Source: Correio Notícia


No Banner to display


No Banner to display